Agroleite movimenta R$ 78 milhões em negócios

Publicado em: 23-08-2019


Com os olhos voltados ao que o mundo tem para oferecer, atento às questões políticas, econômicas nacionais e internacionais, consciente de sua responsabilidade social e de promoção das melhores práticas no campo, o Agroleite 2019 chegou ao fim no último dia 17 de agosto.
Sob o tema “Um novo olhar”, o evento movimentou a Capital Nacional do Leite desde o dia 14 e reuniu 259 expositores, 54 a mais que na edição anterior, um aumento de 20% no número de empresas oferecendo seus produtos e serviços. Dentre essas empresas, pela primeira vez no Brasil, a Ecolex da Malásia e a IDS da França, que demonstram a internacionalização do Agroleite.

A Ecolex produz nutrição animal para ruminantes e monogástricos e oferece produtos 100% vegetais originários de óleo de palma, encontrado em diversas regiões tropicais do mundo. Josh Chiu, Technology Manager, conta que a Ecolex está presente nos mercados europeu, chinês e norte americano e que o Agroleite se mostrou uma boa oportunidade para conhecer o mercado brasileiro.

Já a francesa IDS comercializa produtos derivados de látex e trouxe para demonstração um tapete de borracha natural a ser utilizado em camas de areia ou serragem em freestal. Lançado há dois anos, o produto é muito popular na Europa e atraiu atenção no Pavilhão Internacional. Antoine Cailleau, representante da IDS, relata que vários produtores se interessaram em conhecer o tapete. “É um grande show, porque tem tudo sobre leite e produtos para vacas leiteiras”, fala sobre o Agroleite.

Em termos de movimentação financeira, o Agroleite novamente superou as expectativas da organização e dos expositores. As empresas movimentaram juntas R$ 78 milhões e mais negócios devem ser concretizados nos próximos dias. “O volume de negócios que prevíamos fechar até a noite de quarta-feira, nós já tínhamos fechado na terça, primeiro dia de evento”, cita Paulo Kessler, distribuidor da ST Genetics nos Estados do Paraná e de Santa Catarina.  “Estamos satisfeitos com o desempenho do ano e do Agroleite. Fechamos vários negócios aqui, cerca de R$ 6 milhões, e temos muitos para fechar após o evento”, ressalta o gerente comercial Brasil da Kuhn, Ruberval Brazorotto.

Quanto ao número de visitantes, as equipes de segurança estimam que passaram pelo portal da Cidade do Leite 75 mil pessoas. A qualidade do público, que em sua maioria era de pessoas ligadas ao segmento agropecuário, agradou as equipes comerciais dos stands que aproveitaram para estreitar relacionamento com clientes e estabelecer novos contatos. “Além dos cooperados, temos muitos clientes diretos aqui, além de várias empresas que também são parceiras da Phibro. O Agroleite acaba sendo um ponto de encontro, muitos esperam o evento para realizar alinhamentos”, afirma Letícia Casarim, coordenadora de Território do Negócio Leite da Phibro. “Para o primeiro ano foi muito bom, superou nossas expetativas. Ficamos em um local estratégico, próximo ao pavilhão dos animais, então muitos produtores e técnicos passaram pelo stand diariamente”, menciona Flávia Amaral, coordenadora Regional de Mercado da Adisseo.

Assim como o público do Agroleite prestigiou as empresas, a vinda de importantes gestores e diretores de companhias multinacionais exprime o prestígio que o evento conquistou em 19 anos de história. É o caso da Hipra Saúde Animal, que recebeu o gerente Global de Marketing, e da Select Sires, cuja sede foi visitada por Todd Kranz, vice-presidente americano. “Como é o primeiro ano da Select Sires na nova casa aqui no Agroleite, ele veio nos prestigiar e saiu muito impressionado com a qualidade do atendimento e com o número de clientes que vem fazer negócios conosco na feira”, revela Everson da Silva Nunes, diretor Comercial Brasil da Select Sires.

Para o presidente da Castrolanda, Frans Borg, o Agroleite cumpriu mais uma vez com seu objetivo ao oportunizar conhecimento e promover o fortalecimento de parcerias nesse momento tão crucial para a cadeia do leite no Brasil. “A abertura de novos mercados e a possibilidade de exportamos o nosso leite exigem uma cadeia forte e altamente profissionalizada, capaz de transpor os elevados custos de produção e industrialização para ser competitiva”, reflete Borg.  O presidente reforça a importância do espaço do Agroleite para que os diferentes elos do segmento discutam os desafios, dificuldades, soluções e oportunidades.

Em 2020 o Agroleite será realizado entre os dias 11 a 15 de agosto, em Castro, no Paraná. A edição de 2019 contou com o apoio institucional da Prefeitura de Castro, Fundação ABC e das Associações das Raças Holandesa e Jersey. Foi patrocinado na cota Diamante pela Nutron, Tetra Pak, Italac, MSD Saúde Animal e Sicredi. Na cota Ouro recebeu a chancela da Rações Castrolanda, DuPont Pioneer, Bayer, Select Sires, Calpar, Irrigabrasil, New Zealand Trade & Enterprise, Phibro, Coonagro, DasCoop, Caixa e Mottanet. Já na cota prata, o evento foi patrocinado por All Lands, Sementes Castrolanda, Boehringer Ingelheim, Nova Frota, Toyota Barigui, Adisseo, Ceva, Allflex, Nuseed- Atlântica Sementes, Elanco, PGW Sementes, BRDE, Banco do Brasil, Cescage Genética, GEA- SóLeite, Diamond V, Grupo Sentax e Cefeq Ferramentas.




2019 Todos os direitos reservados a este site da web.